0

Meta Nutricional

Todo ser vivo tem uma meta nutricional, um alvo que precisa atingir tanto de proteína como de energia (carboidrato e gordura), precisamos comer determinada quantidade de proteína e energia para sobreviver.

A proteína é essencial para tudo que exige função estrutural, formação de músculo, osso, pele, membranas celulares, paredes celulares, enzimas (para as reações químicas), transporte de hormônios. As imunoglobulinas (anticorpos) também são proteínas, a nossa resposta imune depende das proteínas.

O carboidrato tem como única função prover energia para nosso corpo, para o metabolismo basal (funcionamento de órgãos vitais), energia para digerir, absorver alimentos e para atividade física espontânea. Em última instância usamos a proteína como fonte de energia.

Uma dieta composta por alimentos que têm mais energia do que proteína (tubérculos, leguminosas, frutas, cereais, alimentos processados, farináceos e açúcares) em algum momento, você atinge a meta de energia, mas não atinge o consumo diário de proteína.

Todos os seres vivos têm uma tendência de continuar comendo, continua com fome, não fica saciado, toda essa energia que consumiu em excesso para atingir a quantidade de proteína que precisava, acumula na forma de gordura.

Uma dieta que tem mais proteína do que energia, carnes de todos os tipos, ovos, whey proteína, iogurtes e queijos, no contexto geral, tem mais proteína do que a soma de carboidrato e gordura. Você atinge a quantidade de proteína que precisa, mas não atinge a quantidade de energia que precisa para sobreviver. Nessa situação você para de comer, porque está sem fome, já está saciado e a energia que falta, o corpo retira da gordura armazenada.

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados